Mais de 90% das empresas preferem atendimento ao balcão dos bancos

Mais de 90% das empresas preferem atendimento ao balcão dos bancos
Foto: César Magalhães

Os meios digitais disponíveis no mercado ainda não são atractivos o suficiente para os clientes bancários, sobretudo as empresas.

Numa amostra de 153 clientes empresariais, 141 revelaram preferir ter um atendimento presencial, representando 92,2% da amostra, de acordo com um estudo do Banco Nacional de Angola (BNA) sobre a qualidade dos serviços bancários na óptica do consumidor empresas.

Apesar de o banco central não divulgar os motivos, o economista Yuri Quixina, em declarações ao Expansão, afirma que estes passam pela pouca qualidade dos serviços digitais disponíveis, bem como o alto preço a que é comercializada a internet. No entanto, esta é uma questão que não acontece apenas nas empresas, mas também nos clientes particulares. A maior parte da população é "analfabeta digital", o que altera também o comportamento financeiro.

Para o economista, a ida aos balcões é também justificada pelo elevado número de fraudes que se tem registado nos últimos anos, quer nos canais digitais quer na rede multicaixas, o que acaba por ter um efeito dissuasor. Esses elementos contribuem negativamente para o crescimento da literacia financeira, comprometendo o compromisso do Governo com o Banco Mundial, em que 70% da população tem que ter uma conta bancária até 2022.

O especialista explica que a literacia ainda é um caminho por se fazer em Angola, tendo em conta que a população, cada vez mais empobrecida, tem outras preocupações. "Não há educação financeira na pobreza, porque o cidadão não tem o que poupar, ou seja, a pobreza inibe a educação financeira", ressalta. Quixina menciona que a falta de educação financeira não é apenas um problema do povo, é geral, pois o "Governo também não sabe gerir dinheiro". E acrescenta: "a literacia é perspectivar o futuro, porém o País não vive para o longo prazo, logo é um país pobre".

(Leia o artigo integral na edição 626 do Expansão, de sexta-feira, dia 28 de Maio de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i