Camarões investiga desvio de dinheiro do FMI para a Covid-19

Camarões investiga desvio de dinheiro do FMI para a Covid-19
Foto: D.R.

Oposição e ONGs exigem que o governo divulgue os resultados do inquérito às suspeitas de desvio de fundos destinados à Covid-19, de 335 milhões USD. O responsável da equipa que passou a gerir o dinheiro para a pandemia é o mesmo homem que, em 2018, fez o país perder a Taça Africana das Nações, por incumprimento.

Quinze ministros, entre os quais o da Saúde, e vários funcionários públicos foram ouvidos no âmbito de uma investigação de um organismo do Supremo Tribunal dos Camarões devido a suspeitas de desvio e "apropriação indevida" de fundos de um empréstimo de emergência do FMI, de 335 milhões USD, destinado ao combate à Covid-19.

Oposição e organizações da sociedade civil exigem que o relatório do inquérito seja tornado público, e o governo apela à calma enquanto prosseguem as investigações, numa declaração lida na segunda-feira, nos meios de comunicação social públicos. A investigação decorre no meio de negociações com Fundo Monetário Internacional de um novo programa de financiamento, de três anos, concluídas com sucesso, a 27 de Maio, no termo da missão do FMI aos país, chefiada por Amadou Sy.

Apesar de a investigação ter acelerado no último mês e meio, ela é posta em causa pela oposição e por várias organizações da sociedade civil, que temem que não passe de uma operação de cosmética para iludir os técnicos do fundo. Por essa razão, a Human Rights Watch instou o FMI a pedir aos Camarões a realização de um inquérito independente, num extenso documento onde faz a cronologia da investigação e onde põe em causa a independência do inquérito, desencadeado em Julho de 2020, a pedido do primeiro- ministro Joseph Dion Ngute. Recentemene, o Presidente Paul Biya exigiu melhorias na supervisão e velocidade no inquérito.

(Leia o artigo integral na edição 627 do Expansão, de sexta-feira, dia 04 de Junho de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i