Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Economia

Nove empresas angolanas no Mining Indaba

Diamantes

Arrancou hoje mais uma edição do Mining Indaba, o maior evento africano de investimentos no sector mineiro, que realiza na cidade do Cabo, África do Sul, até ao próximo dia 12. Angola faz-se representar por nove empresas.

O País tem uma delegação em que fazem parte as empresas públicas da ENDIAMA e SODIAM, e as sociedades mineiras da Catoca, do Cuango, Chitotolo, Uari, Yetwene e Furi. Está também presente a Kapu Gems, uma empresa vocacionada para a lapidação de diamantes. Quem chefia a representação angolana é o próprio ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo.

Esta segunda-feira foi o dia de Angola, tendo sido feita uma apresentação do painel "Angola: o destino de escolha para o investimento mineiro". Num certame, que conta com a presença de mais de seis mil delegados oriundos de todo o mundo, foram também expostas as potencialidades do seu Laboratório de de Diamantes, o Centro de Formação Técnico Profissional, e outros investimentos que a Endiama efectuou nos últimos anos.

Durante a conferência, Angola espera identificar e estabelecer parcerias no domínio da prestação de serviços e captar investimentos para os projectos mineiros Chitonga (Huambo) e Mucuamba (Lunda-Sul).

O País adoptou para o evento, o lema "O potencial do diamante angolano", um modelo de participação conjunto das empresas nacionais presentes no certame.

A conferência conta com a presença dos Presidentes das Repúblicas da África do Sul, Botswana, Zâmbia e Zimbabwe, respectivamente Cyril Ramaphosa, Mokgweetsi Masisi, Hakainde Hichilema e Emmerson Mnangagwa.