Presidente da CE considera "histórico para o mundo inteiro" nomeação da nigeriana Okonjo-Iweala para OMC

Presidente da CE considera "histórico para o mundo inteiro" nomeação da nigeriana Okonjo-Iweala para OMC
Foto: D.R.

"Parabéns Ngozi Okonjo-Iweala. Este é um momento histórico para o mundo inteiro", escreveu hoje a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, no seu Twitter.

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala foi hoje nomeada de forma consensual, em reunião do Conselho Geral, para chefiar a Organização Mundial do Comércio (OMC), tornando-se a primeira mulher e a primeira africana a liderar a organização. E conta, desde logo no seu primeiro dia, com o apoio da líder da instituição, que representa os interesses da União Europeia, que garante que "a Europa a apoia totalmente".

Von der Leyen expressou também o apoio "à reforma da OMC e ajudá-la-emos a proteger o sistema comercial multilateral baseado em regras", disse a chefe do executivo comunitário, ao mesmo tempo que exprimiu estar "muito contente por ver uma mulher africana à frente da Organização Mundial de Comércio (OMC)".

Ngozi Okonjo-Iweala vai assumir funções no dia 1 de Março, num mandato que termina a 31 de Agosto de 2025, podendo ser renovado.

Também o vice-presidente executivo da Comissão Europeia Valdis Dombrovskis, que apoiou a candidatura da nigeriana, disse à imprensa que "Okonjo-Iweala irá desbravar novos caminhos como a primeira mulher e primeira africana a ocupar este cargo" e que a EU "espera agora trabalhar em estreita colaboração com ela para conduzir a tão necessária reforma da instituição".

Na próxima quinta-feira, dia 18, a União Europeia vai apresentar um "plano detalhado" sobre a reforma da OMC, que será a base no futuro para o diálogo dentro da organização.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i