INADEC restitui 253 milhões Kz aos consumidores

INADEC restitui 253 milhões Kz aos consumidores
Foto: D.R.

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) restituiu, entre Janeiro e Dezembro de 2020, 253 milhões Kz a consumidores lesados, nas acções de mediação e resolução de litígios.

Os dados constam das estatísticas do INADEC, que colocam a Empresa Nacional de Electricidade (ENDE), a provedora de serviços de televisão por satélite DSTV e a Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL) como as mais têm mais reclamações no período, com Luanda, Huíla, Benguela e Huambo a liderarem as queixas por províncias.

Apesar de mencionar as empresas e grupos empresariais com mais queixas dos consumidores, as estatísticas não precisam a que clientes os 253 milhões Kz foram restituídos. De acordo com as estatísticas, o INADEC também registou 6.758 reclamações, das quais 4.972 foram resolvidas, correspondendo a 64,1%.

Já no que se refere aos direitos e garantias, foram ainda restituídos um imóvel avaliado em 268 mil USD (165 milhões Kz), pela Urbanização "Kutolola", em Luanda, e um outro gerido pela imobiliária Imogestin, cujo valor é de 30,7 milhões Kz .

O sector automóvel não foi poupado. Segundo as estatísticas, a empresa de automóveis AutoStar teve de restituir uma viatura avaliada em 26 milhões Kz, no seguimento de reclamação do cliente. Já a congénere HF Uniauto, na sequência das acções do INADEC, viu-se obrigada a devolver a um consumidor lesado uma viatura no valor de 6 milhões Kz. Segundo a própria companhia automóvel, 89% dos lesados viram os direitos salvaguardados, ao passo que 11% estão parcialmente resolvidos.

(Leia o artigo integral na edição 617 do Expansão, de sexta-feira, dia 26 de Março de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i