Petróleo atinge máximos de 18 meses

Petróleo atinge máximos de 18 meses
Foto: D.R.

Os preços do petróleo estão a negociar acima dos 70 USD por barril, o que corresponde a máximos de mais de 18 meses, influenciados pelas expectativas de maior consumo de combustível no mundo, em particular nos EUA.

Nos últimos 7 dias, o mercado petrolífero ficou marcado pela subida exponencial dos preços do crude, tendo ultrapassado a barreira dos 70 USD por barril pela primeira vez em 18 meses, depois de seis dias consecutivos de aumentos. Até a manhã de quarta-feira, o Brent registava uma subida semanal de 3,27% tendo atingido os 72,55 USD por barril, ao passo que o WTI avançava 3,96% para 70,41 USD.

O petróleo beneficiou das expectativas de um maior consumo de combustível durante o Verão nos EUA, bem como pelo aumento da procura em geral em todo o mundo, com o fim dos confinamentos e a aceleração da vacinação contra a Covid-19.

Além disso, na reunião realizada no dia 1 de Junho, a OPEP e seus aliados decidiram manter o plano delineado em Abril, que prevê uma flexibilização mais lenta dos cortes de oferta em Junho e Julho. A contribuir para o bom desempenho da matéria-prima esteve também a redução das reservas de crude dos EUA, que segundo o Instituto do Petróleo Americano terão diminuído em 2,11 milhões de barris na semana terminada em 4 de Junho.

* Banco Angolano de Investimentos

(Leia o artigo integral na edição 628 do Expansão, de sexta-feira, dia 11 de Junho de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i