Sudão elegível a perdão substancial da dívida de 49,8 mil milhões USD

Sudão elegível a perdão substancial da dívida de 49,8 mil milhões USD
Foto: D.R.

Os conselhos executivos do FMI e do Banco Mundial concordam que o Sudão é elegível à Iniciativa para os Países Pobres Altamente Endividados (HIPC), podendo beneficiar de um perdão substancial da dívida externa estimada, em 49,8 mil milhões USD.

O objectivo é reduzir a dívida externa para 8 mil milhões USD, esclareceu a chefe da missão do FMI, Carol Baker. A decisão "histórica" reconhece que o governo está comprometido com as principais reformas económicas, no âmbito do programa monitorado pelo FMI. O Sudão deverá liquidar os seus atrasados aos credores multilaterais, ou concordar com uma estratégia de liquidação, e pode ter acesso a doações de 2 mil milhões USD, adiantou o presidente do BM, David Malpass.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i