Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Empresas & Mercados

Kibabo aponta a facturação de 100 milhões USD este ano

Empresas

O Grupo Kibabo tem previsto um plano de massificação da marca no País. Estudo de mercado vai definir a próxima loja fora de Luanda, em 2023.

O Grupo Kibabo inaugurou a sua 40ª loja, localizada na Corimba, cujo empreendimento resulta de um investimento de cinco milhões USD e prevê empregar 300 pessoas, elevando para dois mil o número de colaboradores da rede em Angola. Durante a inauguração da loja 40, que tem disponíveis frescos, pastelaria e padaria, assim como outros alimentos secos, o presidente do conselho de administração do Grupo Kibabo, Pedro Mateus, disse que o objectivo é chegar aos 100 milhões USD até ao final do ano e avaliar o mercado nacional, após cumprir a meta em Luanda.

O presidente do conselho de administração do Grupo Kibabo admitiu que, para 2023, a marca vai começar a visitar outras províncias para ver as que estão em melhores condições de receber a primeira loja fora de Luanda. Mesmo sem adiantar qual será a próxima, ouve-se que poderá ser Benguela. Pedro Mateus não confirma nem desconfirma. Segundo o PCA do grupo, fala-se de Benguela porque é a província mais fácil e é o que normalmente acontece, depois de uma empresa se estabilizar na capital do País.

Pedro Mateus assume que não conhece bem o resto do País e, por isso, o objectivo para 2023 é viajar mais por Angola para conhecer as outras cidades e decidir qual pode receber a próxima loja da rede Kibabo, uma vez que desde a inauguração da primeira loja, situada no Palanca, a meta era alcançar os 40 espaços comerciais em Luanda. O responsável apontou as vias de comunicação e acesso aos produtos frescos como constrangimentos comuns aos empresários que pretendem investir fora de Luanda e para o Kibabo não seria diferente. "Isto preocupa bastante, não é propriamente os edifícios e equipamentos para os estabelecimentos", apontou.

Pedro Mateus disse que a concorrência é um risco que assume como um incentivo para promover, mais e melhor, a marca. Pedro Mateus aproveitou a ocasião para anunciar que, de 25 a 27 de Novembro, as lojas do Kibabo vão fazer o black friday, altura em que os clientes ficam isentos de pagar o IVA. A marca Kibabo nasceu a 22 de Novembro de 2012, com a inauguração da sua primeira loja no Palanca.