Falta de dinheiro condiciona ensino na Faculdade de Economia da UJES no Huambo

Falta de dinheiro condiciona ensino na Faculdade de Economia da UJES no Huambo
Foto: D.R.

A Falta de dinheiro está a condicionar a promoção para a qualidade de ensino na Faculdade de Economia da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES) na província do Huambo, que conta actualmente com mais de 1.500 estudantes.

Sem adiantar o montante necessário para a realização das suas actividades, a decana da instituição, Sílvia do Amaral, revelou que a Faculdade de Economia, não recebe dotações orçamentais desde 2014 e, precisa de avultadas somas monetárias para investir em projectos que possam dinamizar o processo de ensino e aprendizagem, com a aposta na investigação científica.

De acordo com a responsável, a situação tem criado inúmeros constrangimentos, sobretudo, nos programas de formação de docentes e na instalação de laboratórios, agravada pela falta de adequação das instalações e pelo número insuficiente de professores, que actualmente são 35.

A Faculdade de Economia da UJES tem oito salas de aula, biblioteca, anfiteatro e uma sala de conferências.

Com 35 professores, ministra cursos de licenciatura nas especialidades de Economia, Gestão de Empresas, Contabilidade e Auditoria.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i