Governo de Cabo Verde atira para 2022 tarifa comum da CEDEAO

Governo de Cabo Verde atira para 2022 tarifa comum da CEDEAO
Foto: D.R.

Cabo Verde atirou para 2022 a implementação da Tarifa Externa Comum (TEC) da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que devia ser introduzida este ano. Cabo Verde atirou para 2022 a implementação da Tarifa Externa Comum (TEC) da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que devia ser introduzida este ano.

Também foram adiadas para o final de 2021 as reformas iniciadas em 2020 para racionalizar as isenções do IVA e os impostos especiais de consumo, como refere o FMI no relatório da terceira e última revisão do programa de assistência técnica ao país. A TEC entrou em vigor na CEDEAO em 2015, mas alguns Estados não aderiram de imediato. As estimativas actuais "mostram um impacto positivo nas receitas por as taxas da TEC serem relativamente mais elevadas", refere o FMI, que destaca a necessidade do governo "ampliar a base tributária".

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i