Passaporte biométrico chega no final deste ano com mais segurança

Passaporte biométrico chega no final deste ano com mais segurança
Foto: Adjali Paulo

Documentos vão ser produzidos e fornecidos por uma empresa húngara a troco de 130 milhões Eur, escolhida em contratação simplificada.

Os passaportes biométricos começam a ser emitidos no último trimestre deste ano caso não hajam constrangimentos financeiros que atrasem a sua implementação.

Segundo apurou o Expansão, o processo para a entrada deste documento de viagem está praticamente fechado e não foi concluído até ao momento por causa da pandemia da Covid- -19, que limitou os recursos do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).

"Se não fosse o problema da Covid-19 provavelmente já teríamos o passaporte biométrico. O processo está quase concluído, mas a pandemia afectou o cronograma. Mas prevemos a sua implementação no último trimestre do ano", disse fonte do SME. A fonte avançou também que a troca dos actuais passaportes pelos biométricos vai acontecer de forma faseada em função da perda de validade dos actuais. Para já, ainda se desconhece quanto é que os cidadãos vão pagar pelo novo documento, mas não ficará abaixo dos actuais 30.500 Kz.

(Leia o artigo integral na edição 627 do Expansão, de sexta-feira, dia 04 de Junho de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i