Covid-19 arrasa sector do turismo na província do Huambo

Covid-19 arrasa sector do turismo na província do Huambo
Foto: Quintiliano dos Santos

Os hotéis, pousadas, restaurantes e similares na província empregavam mais de 115 mil trabalhadores. Hoje apenas 46 mil mantêm o trabalho.

A taxa de desemprego no sector da Hotelaria e Turismo, na província do Huambo, disparou para os 60%, depois de mais de 69 mil pessoas terem sido despedidas devido à paralisação parcial, e em alguns casos total, dos empreendimentos, devido à pandemia da Covid-19, disse o director do gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Jeremias Chissanga, em entrevista ao Expansão.

Os hotéis, pousadas, restaurantes e similares, nos 11 municípios da província, empregavam um total de 115.767 trabalhadores. Hoje apenas 40% conseguem manter os seus postos de trabalho, esclareceu.

De acordo com dados disponibilizados, o município do Huambo dispõe de nove hotéis, 46 pensões, 22 hospedarias, três complexos turísticos e um aparthotel, com 1.356 quartos, num total de 1.650 quartos disponíveis na província. Ao nível da restauração, contabilizam-se 48 restaurantes, 10 snack-bar, 28 cafetarias, quatro pastelarias e duas churrascarias.

(Leia o artigo integral na edição 627 do Expansão, de sexta-feira, dia 04 de Junho de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i