Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Angola

Central de Capanda produz energia mas precisa de modernizar equipamentos

A primeira central hidroeléctrica do país foi construída em 1987

Dezassete anos depois de começar a produzir electricidade, a 10 de Janeiro de 2005, os equipamentos do Aproveitamento Hidroeléctrico de Capanda (AHC) começam a necessitar de modernização

O Aproveitamento Hidroeléctrico de Capanda (AHC), construído em 1987, apesar das interrupções que registou motivadas pelo conflito armado no País, está a precisar de obras de modernização, embora ainda consiga manter a operacionalidade dos equipamentos.

"Sentimos a necessidade, de certa forma, de ter alguma modernização, porque os equipamentos que atendem à exploração, neste momento, até já apresentam descontinuidade de fabrico, ou seja, há fábricas que já não fazem estes equipamentos. Então, urge a necessidade de se fazer alguma modernização fruto do processo que levou a ser construído", afirmou Félix de Carvalho. O director do aproveitamento hidroeléctrico de Capanda acrescentou que alguns equipamentos, fruto do tempo de vida útil, têm de ser substituídos. Por exemplo, o sistema de excitação e o regulador de velocidade, entre outros.

"Este é um projecto que já está em carteira, mas, dada a situação que o País atravessa, alguns processos ficaram um pouco aquém. Há processos que antes da pandemia estavam em curso, mas depois muita coisa ficou por fazer, por isso, é só uma questão de melhoria da situação financeira, que está a criar condicionamento na execução de alguns processos", acrescentou.

(Leia o artigo integral na edição 653 do Expansão, de sexta-feira, dia 03 de Dezembro de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em kwanzas. Saiba mais aqui)