Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Economia

Aumenta contrabando de combustíveis para a Namíbia

SUBIDA DOS PREÇOS DO GASÓLEO E GASOLINA NO PAÍS VIZINHO

O aumento dos preços dos combustíveis na Namíbia está a fomentar o contrabando de gasolina e gasóleo de Angola. Segundo as autoridades dos dois países, é cada vez maior o número de cidadãos namibianos que cruzam a fronteira angolana para comprar combustível que depois é levado para o país vizinho, noticiou o diário namibiano "New Era".

De acordo com aquele órgão de comunicação social, o ministro das Minas e Energia da Namíbia, Tom Alweendo, reveou que o governo angolano já manifestou a sua preocupação. "O Executivo angolano não está satisfeito porque não pretende subsidiar o consumo dos combustíveis para os namibianos. Eles estão preocupados porque têm conhecimento que alguns namibianos têm cruzado a fronteira de Angola para comprar combustível ilegalmente, que depois é exportado para a Namíbia sem autorização do Governo angolano", disse o ministro namibiano.

Angola possui os preços mais baixos de combustível do mundo, com o litro do gasóleo a ser vendido a 135 Kz, equivalente a 0,33 cêntimos de USD, enquanto a Namíbia segue a tendência mundial de aumento dos preços dos combustíveis em linha com a subida do preço do barril de petróleo. Ainda de acordo com o "New Era", do ano passado aos dias de hoje o litro de gasóleo na Namíbia subiu de 12,68 dólares namibianos (0,77 cêntimos de USD) para 19,28 dólares namibianos (1,4 USD) enquanto o preço da gasolina subiu de 1,1 USD para 1,5 USD.

Tom Alweendo revelou que os contrabandistas de combustível estão a violar a lei e podem ser investigados pelas autoridades judiciais. O subsídio ao preço dos combustíveis é polémico porque apesar de ser apresentado como uma "tarifa social" acaba por beneficiar os mais ricos do que os mais desfavorecidos, segundo instituições como o Fundo Monetário Internacional (FMI).