Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Gestão

A necessidade de formação - Desafios

Capital Humano

Um dos temas mais importantes no desenvolvimento dos colaboradores é a formação ao longo da vida. Sendo que é algo fundamental no desenvolvimento pessoal e profissional, a responsabilidade deste tema deve ser partilhada entre a pessoa e a organização.

Mas acima de tudo deve ser a pessoa a orientar o processo. Isto, porque o percurso que a mesma quer tomar na sua vida é uma decisão pessoal, apesar de, claro, ter um impacto na organização onde colabora.

Uma verdade é que, por lei, as empresas têm a obrigação de providenciar formação aos seus colaboradores. E isso é um factor muito positivo. No entanto, as entidades formadoras certificadas, na sua grande maioria, não estão preparadas, em termos de formadores e conteúdos para os desafios actuais, ou seja, não acrescentam valor à pessoa e organização, trazendo sim um elevado custo financeiro e de tempo.

Isto traz um novo desafio. Havendo a obrigatoriedade das empresas em providenciar formação, e sendo que esta tem de ser dada através de entidades certificadas, o que fazer para não se perder tempo e dinheiro? Sabendo de antemão que quando saem das organizações, os colaboradores exigem sempre a remuneração da formação não dada.

O ideal é, sem dúvida, haver um compromisso entre o colaborador e a organização de que a formação tida, sendo ou não certificada, é válida. Ou seja, qualquer que seja a formação que tenha o acordo de ambas as partes deve ser considerada válida. E é fundamental definir o que se entende por formação. Na minha opinião, a preparação para uma certificação, havendo formação, contam as horas todas. Tal como a participação em conferências e seminários. São horas que contam. E são muito mais importantes do que qualquer formação certificada, mas com conteúdo irrelevante.

*Expert in Human Resources & Entrepreneur, Certified Coach PLD19, Harvard Business School Alumni

(Leia o artigo integral na edição 629 do Expansão, de sexta-feira, dia 18 de Junho de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)