Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Gestão

Sete dicas para se tornar mais produtivo em teletrabalho

CAPITAL HUMANO

O que é que cada um de nós pode fazer para facilitar a gestão da liderança e cumprir com o dever de prestar um trabalho à nossa instituição que seja marcado pela dedicação e o zelo, e que produza melhores resultados? Existem iniciativas e comportamentos que podem ser adoptados para nos tornarmos mais produtivos.

O trabalho remoto (ou teletrabalho) indica o trabalho realizado à distância. Ele pode ser prestado a partir de qualquer lugar, seja de casa, ou em outra localização que não seja nas instalações do empregador.

Este regime de trabalho tem os primeiros registos na década de 1950, quando as etapas do processo de produção eram realizadas nas casas dos colaboradores e, em seguida, levadas para serem finalizadas nas fábricas.

Investigadores, como Drucker (1969), anunciavam a necessidade de uma mudança, uma vez que a produção industrial abriria espaço para as novas formas de trabalho, com o uso das tecnologias de informação e comunicação.

Em 1973, Jack Nilles realizou um estudo e constatou que esta nova prática reduziria custos e poluição ambiental e aumentaria a produtividade, mas ao mesmo tempo também poderia trazer duas principais desvantagens: o isolamento social e a resistência dos gestores a este novo formato de trabalho.

Com a chegada da pandemia da Covid-19, muitas empresas no nosso país e no mundo foram forçadas a colocar grande parte da sua força de trabalho em regime de teletrabalho, independentemente de terem antes analisado a possibilidade de adoptarem esta metodologia de trabalho ou de estarem verdadeiramente preparadas.

A implementação e a gestão do teletrabalho exigem a adopção de uma série de acções estratégicas e investimentos para que se consiga colher, em alguns casos, os mesmos resultados obtidos no trabalho presencial.

Acompanhamos diariamente vários debates sobre os desafios que o teletrabalho traz para as empresas (a existência de infraestruturas adequadas, a gestão remota das equipas, a manutenção dos níveis de engajamento dos colaboradores, a cultura organizacional e a remuneração de talentos a residir em diferentes geografias, etc.). A necessidade de os gestores estarem conscientes de que a gestão das equipas em teletrabalho deve ser feita com base numa liderança com mais empatia, com maior autonomia por parte da equipa e uma definição de objectivos baseados em critérios SMART, mas muito pouco se ouve sobre o que os colaboradores podem fazer para garantirem os mesmos níveis de envolvimento com o trabalho, satisfação e comprometimento com a sua empresa.

Por outras palavras, o que é que cada um de nós pode fazer para facilitar a gestão da liderança e cumprir com o dever de prestar um trabalho à nossa instituição que seja marcado pela dedicação e o zelo, e que produza melhores resultados?

Existem iniciativas e comportamentos que podem ser adoptados para nos tornarmos mais produtivos, quando nos encontramos a prestar serviço em regime de teletrabalho, nomeadamente:

1. Horário de trabalho: mantenha o seu horário de despertar e ir trabalhar, como se estivesse a ir para o trabalho regularmente. Se trabalha das 8h00 às 17h00, ou das 9h00 às 18h00, reproduza esta rotina também em sua casa.

2. Indumentária: troque de roupa ao acordar. Acredita- -se que trajes mais informais reduzem a conexão com o trabalho e a produtividade.

3. Refeições: reserve o seu horário de almoço e garanta que ele dure uma hora. Evite fazer as refeições no mesmo local onde trabalha (por exemplo, no sofá).

4. Higiene e segurança: evite ambientes fechados. Trabalhe em espaços com boa circulação de ar e luz adequada. Higienize com frequência os seus instrumentos e o ambiente de trabalho.

5. Convivência: se vive com outras pessoas, informe-as do seu horário de trabalho, a fim de evitar as interrupções.

6. Outras actividades: crie separação entre os momentos de trabalho, afazeres domésticos e outras rotinas de cuidado pessoal. Inclua na sua rotina actividades que possam reduzir a solidão e o stress: meditação, alongamentos, tocar algum instrumento musical, etc.

7. Evite a síndrome de "JÁQUE": "Jáque" estou em casa, vou ao supermercado; "jáque" estou em casa, vou aproveitar para lavar o meu carro, etc.

Com estes conselhos simples, o teletrabalho será, certamente, mais produtivo! Experimente