Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Empresas & Mercados

Catamarã arrecadou quase 5 milhões Kz na primeira viagem

Empresas

A primeira viagem de catamarã Luanda/Cabinda/Luanda no último fim-de-semana faturou cerca de 5 milhões de Kz. Nos dois percursos, ida e volta, o catamarã batizado pelo nome de "Cacongo", transportou 292 passageiros.

O catamarã "Cacongo" saiu de Luanda na passada quinta-feira, dia 28, com 29 passageiros e regressou na segunda-feira, 1 de Agosto, com 263 passageiros a bordo, revelou Silvano Araújo, membro da Comissão de Gestão da Operadora de Transportes, Sécil Marítima.

Cada passageiro teve direito a 40 quilos de bagagem. Nesta viagem de arranque, segundo Silvano Araújo, a ida de Luanda para Cabinda foram transportadas 30 volumes de carga. Já no regresso (Cabinda - Luanda), foram transportadas 620 volumes de carga, sendo que maior parte da bagagem transportada era constituída por artigos pessoais, bens alimentares em sacos e caixas e alguns utensílios em madeira.

O responsável esclareceu por outro lado que crianças até três anos de idade não pagam, e dos quatro aos doze anos pagam 50 por cento da tarifa. O preço do bilhete promocional para o mês de Agosto é de 20 mil Kz, sendo que a partir de Setembro passará para 30 mil Kz.

A lotação global de passageiros no Catamarã é de 276 pessoas, com capacidade para 28 mil quilos de carga, com um percurso que dura em média 10 horas.

As embarcações fazem parte dos activos recuperados à China Sonangol, e a petrolífera entregou ao Ministério dos Transportes, sendo que este, a partir de Janeiro de 2022, passou para a rede de transportes públicos nacional, colocando os meios ao serviço da população. No total, são seis catamarãs, 33 lanchas rápidas e um iate que foram recuperados e que passaram para a esfera do Estado.